• Dr. Roger Bongestab

CIRURGIA BARIÁTRICA E METABÓLICA: INDICAÇÕES

A cirurgia bariátrica é uma ferramenta muito importante que as equipes de saúde que atuam em obesidade possuem para reduzir peso de seus pacientes. Esta mesma cirurgia, de forma geral, pode também ser chamada de cirurgia metabólica quando objetivo principal for o controle da doença diabetes.

As indicações para cirurgia bariátrica se baseiam em critérios que devem obrigatoriamente seguidos. São preconizados em nosso país pelo Ministério da Saúde: idade mínima de 16 anos; IMC (índice de massa corporal) maior ou igual a 40; ou IMC 35 e comorbidades que se agravam com a obesidade e que sejam assim comprovadas por laudo médico, tais como: diabetes, gordura no fígado, pressão alta, apnéia do sono, doenças de coluna vertebral e articulações.


Quando houver diabetes descompensado, mesmo o IMC estando entre 30-34,9, pode-se considerar terapêutica com a cirurgia metabólica, visando controle das taxas de açúcar no sangue (glicemia).


Assim, essa conduta cirúrgica para obesidade ou diabetes só deve ser indicada quando existir real falência ao tratamento clínico, isto é, quando o paciente munido de medicações, dieta e atividade física não conseguiu atingir peso adequado para manter sua saúde, bem como controle de suas comorbidades. NÃO deve ser indicada quando estas medidas anteriormente não foram corretamente seguidas.


Mesmo sendo extremamente eficaz na terapêutica da obesidade e de suas comorbidades, a Cirurgia Bariátrica e Metabólica é tida como a ÚLTIMA alternativa para perda de peso e controle metabólico. Isso porquê é uma conduta invasiva, na qual cirurgião atua sobre estômago e, muitas vezes, também no intestino. Portanto, é uma cirurgia de médio porte, devendo ser feita com todas as precauções para redução de riscos, pois eles sempre existem.