• Priscila Fassini

Neuromodulação não invasiva no tratamento da obesidade

A obesidade é uma doença de etiologia complexa multifatorial cuja prevalência vem aumentando cada vez mais na população brasileira e no mundo. A terapia mais amplamente recomendada para o tratamento da obesidade é a modificação do estilo de vida, com foco na adequação da alimentação e na prática de exercício físico.



No entanto, a implementação dessas mudanças que podem levar a uma perda de peso é difícil e a manutenção da perda de peso a longo prazo é ainda mais desafiadora. Portanto, são necessários esforços para o desenvolvimento de estratégias eficazes e inovadoras que auxiliem o tratamento e a prevenção da obesidade.


Um crescente corpo de trabalho no campo da obesidade e de integração baseadas no cérebro, indicam um potencial para projetar novas intervenções terapêuticas. A estimulação transcraniana por corrente continua (ETCC) é uma técnica de modulação não invasiva da atividade cerebral que vem demonstrando, por meio de estudos recentes, contribuir para reduzir o desejo de alimentos, a ingestão alimentar e o peso corporal, por melhorar os processos cognitivos, que são a chave para a auto-regulação do comportamento alimentar.